O Politécnico de Leiria e o SPPD apresentam novo projeto no âmbito das comemorações do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, 3 de dezembro de 2019, na Catedral de Leiria pelas 10:00: ‘COMUNICAÇÃO INCLUSIVA NO ESPAÇO LITÚRGICO: IDENTIFICAÇÃO DOS ESPAÇOS’

Divulgamos nota de imprensa:

O Politécnico de Leiria e o Serviço Pastoral a Pessoas com Deficiências apresentam novo projeto no âmbito das comemorações do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, 3 de dezembro de 2019

‘COMUNICAÇÃO INCLUSIVA NO ESPAÇO LITÚRGICO: IDENTIFICAÇÃO DOS ESPAÇOS’

Catedral de Leiria, disponibiliza guião multiformato e identificação dos espaços litúrgicos para pessoas com Necessidades Especificas

A Catedral de Leiria será a primeira a contar com um guião multiformato impresso e com a identificação dos diferentes espaços litúrgicos que permitirá a todos os públicos “ler” e conhecer os diferentes espaços. O Guião dos espaços litúrgicos e toda a sinalética da Catedral, foi realizada pelo Centro de Recursos para a Inclusão Digital do Politécnico de Leiria e ficará disponível nas comemorações do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, 3 de dezembro, com três versões: braille com imagens em relevo, em escrita aumentada e em sistema pictográfico para a comunicação podendo ser lidos por pessoas cegas, surdas e com incapacidade intelectual. Todos os espaços litúrgicos terão as respetivas sinaléticas também nestes formatos.

O projeto resulta de uma parceria entre o CRID do Politécnico de Leiria, e a Conferência Episcopal Portuguesa com a qual foi assinado um protocolo de colaboração com o Politécnico de Leiria no mês de maio e este foi promovido pelo Serviço Pastoral a Pessoas com Deficiência da Comissão Episcopal da Pastoral Social e Mobilidade Humana.

SPPD lançou o desafio ao CRID para colaborar no projeto “COMUNICAÇÃO INCLUSIVA NO ESPAÇO LITÚRGICO: IDENTIFICAÇÃO DOS ESPAÇOS” e este projeto será composto por uma fase de validação experimental, que vai decorrer na Catedral de Leiria, para a qual contou com o apoio de Sua Eminência, o Cardeal D. António Marto e do Reverendo Senhor Padre Gonçalo Diniz. Após a respetiva validação será implementado progressivamente em todo o País.  O CRID existe para trabalhar em prol de uma sociedade mais igualitária e inclusiva, pelo que faz todo o sentido tornar todos espaços acessíveis.”  (Célia Sousa Coordenadora do CRID)

“O Projeto surgiu após a intervenção da Professora Doutora Célia Sousa no âmbito da ação de formação da Equipa Nacional e das Diocesanas do Serviço Pastoral a Pessoas com Deficiência, no Encontro inter-diocesano no Seminário de Santarém, em outubro de 2018.” (Isabel Mascarenhas Vale responsável do SPPD)

O CRID/PLeiria é considerado uma referência na área da inclusão, detendo um know-how único e tendo trabalho feito a favor da sociedade, que encontramos em poucos locais no mundo. Premiado nacional e internacionalmente, contribui ativamente para sagrar Leiria como a cidade mais inclusiva do País: criou a primeira biblioteca braille no Ensino Superior do país, adapta regularmente obras literárias para braille. Criou o primeiro guião multiformato a nível mundial para o Mosteiro da Batalha. Dotou todos os espaços de restauração da Praça Rodrigues Lobo (espaço histórico emblemático de Leiria) com ementas multiformato e desenvolveu os folhetos inclusivos do Itinerário Jubilar de Fátima em 2017, trabalho reconhecido pelo Papa Francisco através de uma carta de agradecimento, pelo trabalho que desenvolve em prol das Pessoas com Deficiência.

Editou e coeditou livros infantis inclusivos, colmatando uma lacuna grave em Portugal de oferta de livros para crianças com necessidades especificas (“A Rainha das Rosas” – livro multiformato, que permite a leitura de todas as crianças: cegas, surdas, com incapacidade intelectual, e claro, sem deficiência, livro este que recebeu em 2018 o Prémio Acesso Cultura). Lançou em 2007 uma iniciativa pioneira de recolha de brinquedos para adaptação e entrega a crianças com necessidades especiais, a campanha “Mil Brinquedos, Mil Sorrisos”, que já entregou 5.000 brinquedos, a 231 instituições de quatro continentes e que neste momento já está a ser replicada no Brasil.

O projeto “COMUNICAÇÃO INCLUSIVA NO ESPAÇO LITÚRGICO: IDENTIFICAÇÃO DOS ESPAÇOS” será apresentado no próximo dia 3 de dezembro de 2019, às 10h00, na Catedral de Leiria.