Muitas são as iniciativas que celebram a vida de Jean Vanier que faleceu no passado dia 7 de maio.

Partilhamos o testemunho de Carmo Diniz e Joana Morais e Castro.

«Esta noite Lisboa, Porto e Setúbal estiveram juntos. Em oração, a cantar e a partilhar uma vida vivida em conjunto com um grande homem, um gigante da humanidade.

Nas vidas que se cruzaram fisicamente, através de um livro ou de um encontro este grande homem – Jean Vanier – não arrastou multidões mas marcou definitivamente as vidas de todas as pessoas com quem se cruzou. Ouviram-se músicas que foram traduzidas em língua gestual portuguesa; viram-se imagens que percorreram uma vida de mais de 90 anos centrada na dignidade das pessoas com deficiência intelectual e em prol da paz. Com a sua obra e mensagem espalhada em muitos países e continentes, o seu contributo para o diálogo entre religiões e culturas marcou o mundo; fizeram-se pedidos e agradecimentos sentidos na celebração de uma vida longa e cheia. É tempo de festa, é tempo de agradecer e esconder a saudade, é tempo de lembrar o legado e assumir a responsabilidade pela sua mensagem de paz.
Procurando acompanhar as celebrações a nível mundial, nomeadamente a cerimónia fúnebre que se vai realizar no dia 16 de maio em Trosly, realizar-se-ão encontros e momentos de oração ao longo deste tempo.

8 de Maio de 2017
Joana Morais e Castro e Carmo Diniz»